Main menu

Ideias e sugestões

 

Como encontrar um bom projeto…?

Bem... não precisa de ser de um tema nem complicado nem complexo (muitas vezes as ideias mais simples são as melhores… mas fica ao teu critério! Deixa a tua imaginação e o cientista dentro de ti assumir o controlo!). Aqui vão alguns exemplos: que tal um hamster que produz ele próprio a energia necessária para pôr a funcionar o seu jacuzzi privativo?; ou a história de um pássaro ”ecológico” que recicla o lixo dos outros; a simulação de um salto em altura na lua; ou quais as características das pedras e rochas que podes encontrar nas traseiras da tua escola; porque não descobrir um novo método para medir a distância da terra à lua; ou por que razão temos dois olhos e por que motivo os pássaros são, normalmente, tão coloridos; como construir uma máquina solar para fazer pipocas; uma pintura feita de tintas naturais; construir um simples, ou não tão simples... relógio solar ou de areia; conseguirás produzir a simulação de uma miragem? O que é um holograma? Como funciona? E qual a sua função?; será que existiram dinossauros em Marte?; consegues desenhar um robô sofisticado que possa encontrar os seus esqueletos?; Que tal descobrires uma forma de produzir um arco-íris na tua própria casa? ou bolas saltitantes; um vulcão subaquático; ou um robô submarino que possa medir a profundidade de um lago e, por que não, a qualidade da sua água?; um tsunami; ou construir uma casa que se mantenha de pé num terramoto, ou ... qualquer outra ideia que te pode surgir ao olhares à tua volta, ao observares o mundo em vives...
 
Lembra-te que quando estás a tentar compreender o mundo estás a fazer Ciência e a descobrir o quão excitante e compensador pode ser explorar todas as maravilhas da Natureza!

 

1. Escolha do tema:

Existem muito websites onde se podem encontrar muitas sugestões úteis sobre como desenvolver um projecto para uma apresentação numa feira de ciências (por exemplo em https://sites.google.com/site/feiradeciencias2011/home)

Poderão consultar os projetos apresentados na 1ª edição do concurso e na 2ª edição do concurso, assim como a lista de prémios da 1ª edição.

Poderão também consultar os projetos apresentados na 2ª edição do concurso e a respetiva lista de prémios.

 

Os passos que a seguir se apresentam são apenas sugestões baseadas na experiencia das últimas Feiras de Ciência Hands-on Science.

Para facilitar um desenvolvimento com sucesso do trabalho que levará à apresentação na feira de ciências recomenda-se o uso de um caderno que funcione como o “diário do projeto” onde todas as ideias, planeamento, observações, resultados e conclusões bem com a bibliografia usada são anotadas para que não se perca informação.


No caso de trabalharem em grupo, recomenda-se que o tema escolhido seja do interesse de todos os membros da equipa.


2. Pesquisa
O aluno deve começar por procurar informação em livros e na internet sobre o assunto escolhido para:

  • aprender mais sobre o assunto.
  • conhecer um pouco do que já foi feito;
  • ver o que pode fazer de diferente;
  • conhecer a perspectiva histórica do tema estudado.


Durante a pesquisa, é importante ter cuidado com credibilidade das fontes bibliográficas utilizadas. Para uma pesquisa adequada, quanto maior o número de bibliografias utilizadas melhor.


3. Desenvolvimento do projecto

  • Na condução do estudo do projeto o aluno deve ter o cuidado de apenas testar uma variável de cada vez, ou seja, em cada conjunto de testes realizados apenas um factor pode variar;
  • Em trabalhos experimentais deve ser feito o maior número de testes possíveis para minimizar os erros que possam ocorrer e para que o resultado seja mais confiável;
  • Em trabalhos que recorram ao tratamento estatístico quanto maior a amostra, mais confiável será o resultado.
  • Se utilizar dados numéricos estes devem ser organizados em tabelas para facilitar a sua leitura;
  • Todo o material utilizado, bem como os passos dados durante o desenvolvimento do projeto devem ser cuidadosamente anotados.
  • É útil tirar fotografias que demonstrem a evolução do projeto.
  • Se um projeto não funcionar/correr como esperado, não se deve desistir mas procurar um caminho alternativo ou tentar explicar o que correu mal;



4. Apresentação do projeto/trabalho
Escrita:

  • O título deve ser curto mas claro e atrativo, ilustrando o que se pretende com o projeto;
  • O poster ou apresentação multimédia deve ter apenas a informação mais relevante, de preferência organizada em tabelas, gráficos, esquemas e imagens;
  • Para uma maior informação, sugere-se a preparação de panfletos para os mais interessados.
  • Para demonstrações que não possam ser realizadas várias vezes sugere-se que exista uma indicação dos horários em que será realizada.


Oral:

  • O vocabulário deve ser simples, mas cuidado para que não sejam cometidos erros de vocabulário ou científicos;
  • Para treinar a apresentação, sugere-se que se faça primeiro a amigos e familiares, de forma a ver se está clara e atrativa, bem como ter uma ideia das questões que podem ser levantadas pelo júri;